quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Visão



Visão
Valter Montani


Quando te vejo
Meu dia se ilumina
Tua presença doce me fascina
Teu sorriso me anima, alucina
E minha tristeza logo se termina

Quando te vejo
Meu coração como pluma fica leve
Minh’alma branqueja como neve
Meus olhos te seguem de um lado a outro
Minha dor se abranda, torna-se breve

Monumento de beleza interna e externa
Meiguice quase pura aparência terna
tranqüilidade que nunca se altera
E um mistério em ti encerra

Não sei se por trás disso tudo
está a bela ou a fera, só sei que
Quando te vejo
Meu metabolismo se altera,
E minha felicidade tudo supera

3 comentários:

Valter Montani disse...

Cara Astrid,

Passei para lhe agradecer por divulgar meu poema, bjs


Valter Montani

mensagens e declarações de amor disse...

Se você puder divulgar o meu também

mensagens e declarações de amor disse...

Se você puder divulgar o meu também