sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Olhe


Olhe

Olhe meus lábios...Deixe-os molhados...
Estão com sede...Loucamente apaixonados.
De seus lábios, estão necessitados.
Olhe minha boca, e observe...
Como ele quer que absorva
Os beijos ardentes e leves
A língua...Quente...Sorva.
Olhe meu olhar
Como estão a te amar
Eles estão a te falar: “Vem cá!”.
Olhe minhas mãos... Desejosas de movimentos
Querem deslizar seu corpo...
E no silêncio o acalento:
De sentir tua pele arrepiar-se aos poucos.
Olhe minha alma...
Ela quer você.Se entregar...
Está em tuas mãos, tua palma...
O que farás?

Joana Darc Brasil*
31/07/07
*Direitos Reservados

2 comentários:

Joana Darc Brasil disse...

Astrid...Viva o amor...viva as pessoas que gostam de poesias... Viva as que postam e divulgam!
Viva!...Obrigada. Abraços: Joana Darc Brasil

carla granja disse...

olá astrid! lindo o teu poema e confesso k fiquei aki parada e o li 3 vezes é lindo mesmo parabéns. se kiseres dá uma olhada no meu e me diz o k achas. b.f.s amiga.
bjo
carla granja.