sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Sensualidade



Sensualidade

Minha alma respira
Solta gemidos, louca sensualidade
Entranha meu ser
Viver, é estar com você
Trocando loucas sensações
Brotando a força
Corpos seduzidos
Encolhidos em flor
Perfume que seduz
Exala o cheiro desse amor
Louco e extasiante
Traçando, roçando este corpo
Suavidade, tatuada, rebuscada
Dentro dessa eterna magia

Lindamara

Um comentário:

carla granja disse...

olá! amiga. k belo poema e com tanta sensualidade misturada . gosto desse final de o corpo ,suavidade,tatuada,rebuscada dentro dessa eterna magia. tá lindo.
bjo minha amiga.
carla granja