quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Meu doce amor


MEU DOCE AMOR

Foi assim,
no encontro despretensioso de um olhar...
Um telefonema,
um tímido diálogo,
um convite para conversar

Foi assim,
O teu encanto conquistou meu coração
O teu sorriso tomou conta do meu ser
O teu amor, a razão do meu viver

Foi assim,
Encontros e desencontros
Vidas complicadas
Corações magoados
Idas e vindas
Partidas e chegadas

Foi assim,
Loucuras apaixonantes
Viagens alucinantes
Amor, paixão e prazer

Foi assim,
Cada encontro e cada beijo
Foram lindos momentos de amor

E foi assim
Que eu aprendi a te amar
Te querer, te desejar
Te perpetuar em minha alma
Para continuar te amando
Te querendo e te desejando
Para todo o sempre
Meu doce amor


Magroalmeida

3 comentários:

claudia disse...

olá amiga!!!quanta saudade!estou voltando a postar no meu meu bloguxo,espero a sua visitinha.beijos miguxa!!!
claudia forte.

carla granja disse...

olá minha querida! obrigada pela tua visitinha é bom saber k alguém mesmo longe se lembra de mim. os teus poemas tmb sao sempre lindos e tens um blog cheio de cor e animado. o meu é muito escuro :=)
espero k o teu domingo esteja a ser bom. aki já são 22h 35 m e perto da uma da manhã vou a uma festa com uma amiga. a gente só vai tomar uma bebida e vêr o ambiente.
bjo minha amiga
carla granja

Léozinhapoemas&poesias disse...

Olá fazendo uma visitinha ao seo blog gostei.. e lhe dizer que achei lindoé apaixonante as poesias (-: . te confesso que não resisti a em suas poesias pedaços de mim, sou apaixada por ele, o meu belinho...então postei aqui de amor uma declaração...

É como eu já soubesse
Ao mesmo tempo alegria. e tremor
Coração apertado agitado
Meus olhos te enxergaram alem do corpo
No profundo de sua alma,
eu vi o que nem você via
Sou o que você procurava
Sou semente que você plantou
E você mesmo escondido de você cultivou
Seu ego amor
Em mim algo doía como se um sofrimento seu, meu
Como que sofreste e a culpa minha
Uma vontade de lhe proteger,
Pegar no colo, abraçar encher de beijos
e dizer eu cheguei , não vou mais partir
, sou seu acalanto
Sua emoção sua ansiedade seu tesão
Perdemo-nos um do outro um tempinho,
Por uma determinação da vida,
Num compromisso de uma linda hist-oria, Agora é o nosso

Vem antes que escureça
Ainda que cante as aves
Chuva molha a terra
Flores florescem,
Sol, lua, céu límpido ,
O sereno orvalha o verde
e vento sussurra
e os mares agitam...
Nossa felicidade é agora
Vem antes que escureça
E percamos o viço