quarta-feira, 27 de junho de 2007

Meu amor



Meu amor! Minha vida!
Minha paixão. Meu ponto de partida
Amo-te tanto!
Quero você por toda a eternidade!
Não quero juras, nem prantos!
Ao teu lado só felicidade.
Meu raio de Sol matinal.
Meu guia espiritual,
Meu oxigênio,
Meu amor, minha luz!
Meu gênio epiceno
Que tanto prazer em minh'alma produz
E ao êxtase me conduz.
És tudo isso e muito mais
São muitas as palavras para te qualificar.
É o porto e o cais.
E eu sou o mar
Em você me encontro
Quando estou perdida na imensidão
De meus pensamentos, quando estou em prantos.
Ancoro meu coração
E você acalma
A minha dor salgada
E deixa minha alma
Mais sossegada.
E nessas idas e vindas
Amo e sou amada.

24/06/07
Joana DArc Brasil*
*direitos reservados à mesma®

2 comentários:

Joana Darc Brasil disse...

OI amiga Astrid.Obrigada por mais uma vez publicar um poema meu. Este poema foi feito pensando em uma paixão, uma pessoa que me dá paz, me alcama...e que eu amo com todas as minhas forças. Bjs.Joana Darc Brasil.

Luis Orengo disse...

Perfeito !! Parabéns