terça-feira, 8 de maio de 2007

Olhos Verdes



Olhos verdes de minha inspiração
Contemplo a sua beleza infinita,
A cada brilho irradia o meu coração.

Olhos verdes que espalha a imensa alegria,
Me refugio neste brilhantismo constante,
Na espera de uma noite de fantasia.

Olhos verdes são a minha loucura sem limite,
Quando os vejo me entusiasmo de desejo,
Vou a sua direção a cobiçar-te.

Olhos verdes que continuo a admirar
Na expectativa que você olhe para mim,
Contemple os meus olhos que ficam a observar.

Olhos verdes minha fonte de sobrevivência,
Desejo-te como a liberdade do sol brilhante,
Da pureza de uma criança sem malícia.

Olhos verdes que tanto quero,
Não me deixe aqui esperando;
Venha logo ao meu encontro...


16.11.2006
Graciele Gessner

3 comentários:

Graciele Gessner disse...

Amo este poema, porque dediquei e continuo dedicando ao meu amor!!!
Veja este link do meu flogão:
http://www.flogao.com.br/graciescritos/foto/104/99267611
A foto é ele! Beijos gracisos,
Graciele Gessner.

Senhora das Fadas disse...

Oi! Minha querida Astrid!
Boa tarde!
Não sei o que aconteceu, mas realmente o meu templaste,acho que é este o nome, num tava aparecendo, tive que fazer tudo novamente.
E vc quando vai postar novamente.
tbm não to postando sempre, aqui ninguém comenta, num dá vontade de postar.
Só o giga é que comentam, mas mesmo assim ando sem tempo.
Quando vc postar me avisa.
ah!!! Fiz um no blog,acho que é:http?//www.senhora-das-fadas.zip.net

Bjokas encantadas
Anete

exi disse...

oi seu poema e lindo! mas quero te dizer que roubei este poema,para dedicar a minha amada filha emannuelly ,,,,,,,,ela tem olhos verdes
bjim
se vc e mae vai me entender
valeu