sexta-feira, 6 de maio de 2011

Jamais digas



Jamais digas

Não...Não digas que não me amaste...
Soaria falso, incoerente com o que se passou,
com o que senti ao ter-te em meus braços,
com o teu calor e frenesi, suores e abraços,
com o pulsar descompassado de teu coração
batendo em ritmo de entrega e emoção.

Não, jamais digas isso...
Não sejas tão dissimulado...
Não haveria coerência, soaria destoado,
pois minha alma reflete teus sinais,
o meu corpo, marcas de teus anseios carnais,
ousados momentos, que consideras banais.

Não...Dizeres isso nunca mais!
Se queres fingir, pois, faze-o então,
Se queres fugir, fujas se és capaz...
Mas não mates em mim a ilusão
de ser um dia feliz
dizendo-me o que teu olhar não diz.

_ Carmen Lúcia_

3 comentários:

J // L disse...

muito boom msm
amei , gosteei muitoo boom
lindo
seguii o meu
http://luso-poemas.blogspot.com/

e comenta
qi eu tbm sempre seguiir

beijo

larissa disse...

AMEI,AMEI,AMEI
ISSO FOI SHOW DE BOLA
POR FAVOR faça mais desses poemas de amor
por que eu gosto de um garoto e eu venho aqui ver sempre seus poemas

key disse...

Realmente esse sentimento esta te fazendo se expressar da forma mais bela. Esse texto me fez viajar na beleza das palavras e na profundidade do sentimento. Eu Tbm já escrevi tais coisas mas hoje meu coração é frio e não me permite.