quinta-feira, 6 de março de 2008

O amor que sonhei



Sonhei um amor leve
feito brumas
um amor calmo
qual o movimento
das dunas

um amor perfumado
feito uma romã
um amor singelo
como a luz da manhã...

Sonhei...
Um amor de verdade
Unindo duas metades
onde almas se encontram
não um amor de mentiras
onde a espera é vã.

(Sirlei L. Passolongo)
Direitos Reservados a Autora


Um comentário:

Déa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.